Monday, October 10, 2011

Punheta a punheta (virtual ou mental)... alenu li

Dar opinião em Cabo Verde pode ser muito bem comparável a sobreviver numa selva infestada de animais selvagens não identificados. Pelo menos é esta a sensação... estou pouco me lixando se consideram este post mais uma punheta virtual ou mental (conforme os gostos). Estou-me nas tintas. Não me interessa escrever crónicas para jornais, participar em espaços radiofónicos ou televisivos, ter a cara estampada nos Hi5, Facebook, Twiter e demais redes virtuais ou participar em conferências, fóruns e demais coisas baseadas em achismos (que tanto se faz por aqui). Esses espaços (ainda) não me dizem nada. Há espaços mais interessantes. Basta-me uma sala nas nossas pseudo-universidades e este espaço freedom of speach para dizer aquilo que penso e que me dá na gana, doa a quem doer (partidos ou individualidades). Não me interessa agradar ninguém. Não... não sou um opinion maker muito menos quero aparecer. Se os outros querem aparecer problema deles.

Isto vem a propósito dos comentários que muitas vezes aparecem na caixa "comentarial". Não uso censura e não tenho hábito de responde-las ou apagá-las. Sei que há bloggers que manipulam a coisa consoante os seus interesses... problema deles. Aqui podem deixar o lixo à vontade que i don't give a shit. Se partilhar algum material etnográfico (é o que faço quando não estou numa sala de aulas da US ou do ISCJS) que vou recolhendo como investigador freelancer é masturbação de um complexado que só quer aparecer... na verdade, prefiro nem comentar de tão agreste (e realista) a minha visão limitada do mundo para não ferir susceptibilidades...

(Imagem sacada na net)

No comments:

Post a Comment

Post a Comment